domingo, 9 de outubro de 2016

Fatos


E eles já eram como estranhos
Pois em algum dia foram muito além do que conheciam
Ansiaram tanto em descobrir um ao outro
Que acabaram por achar amor.

E no fim desse caminho não havia encontro
Só um vazio que os afastaria
Dois olhares marejados suspensos no ar pesado
Que estremecia com suas tentativas de adeus.

E no fim daqueles trilhos não teve chegada
Nem ao menos um adeus
Porque o sentido não era o mesmo
Nunca se encontrariam enfim além de janelas.

O que ela tinha dele era lembranças
O que ele queria esquecer era toda essa droga.

----------------------------------------

Mas nas andanças de anos se encontraram
Uma chegada sem palavras 
Ela não era mais flor e ele não era mais rocha
O inverno cessou suas dores e o Outono trocou todas as folhas secas.

Beijos estranhos foram trocados
Juras de amor foram quebradas 
E ele só conseguia reparar que nada mais sabia sobre ela
E que poderia conhece-la novamente.

Danças foram entoadas
Cartas foram queimadas
E ela só conseguia reparar que afinal nada tinha mudado
Pelo menos agora conseguia encarar esse fato.


Nenhum comentário:

Mil cartas

Tantas portas eu abri Tentando te encontrar E tantas outras bati Para fingir que te esqueci. Tantas orações eu entoei Não ...