domingo, 9 de outubro de 2011

Sobre obsessão.









O problema é que quero muitas coisas simples, então pareço exigente.” 

- Fernando Young





- Sabe, acho que estou enlouquecendo.
- Claro que não, você está como sempre foi.
- Você realmente acha isso?
- Com toda certeza.
- Você realmente não me conhece... Desculpe por parecer estúpida, tenho que.... ir.

Ela se levanta com lágrimas nos olhos e começa a caminhar sem rumo.
Ele segura seu braço, faz ela encarar sua face.
Ela não suporta a idéia de parecer fraca perante ele, muito menos de estar chorando.

- Por que você acha que está enlouquecendo?

Silêncio. Lágrimas.

- Por ter criado um amor por você. Por ter amado tanto você.  E por ainda conseguir te amar. 


 

sábado, 1 de outubro de 2011

Olhos tristes.







Esta noite eu sonhei novamente contigo. 

Eu estava em uma rua movimentada e de repente você passou por mim e me viu. Nós dois ficamos sem reação, você principalmente. Me olhou espantado, depois de alguns segundos seus olhos eram tristes. Nada me disse. Apenas veio e me abraçou. Senti saudade em seus braços. E toda essa cena era em preto em branco.
Não me lembro de termos dito uma palavra sequer. Mas lembro que passamos um tempo juntos. Como bons amigos, novamente. 

***


 Incrivel como esses sonhos de uma forma inexplicável acalmam minha saudade de você. É como se realmente tivessemos nos encontrado de novo para diluir essa vontade de você que me sufoca.
Mas também me preoculpa. Pois sempre são sonhos tristes, como se você estivesse também sofrendo.
Mas repito para mim mesma que tudo isso é impossivel. Impróprio. Apenas carência.

Espero mesmo que sim e que tudo esteja bem com você. Meu único consolo.

Só quem ama de verdade sente.




Só quem amou com pureza pode entender o que aqui há escrito.
Não esse amor carnal, impuro.
É uma chama morna que habita no coração, dessas que acalmam num dia de chuva, e nos fazem, em dias de verão, acender sorrisos.
Só quem já teve que esquecer um amor pode sentir palavras imcorporarem pessoas, momentos, lágrimas, silêncios. Saudade.

Só quem já amou de verdade guarda jóias dentro de si. Os momentos bobos e tão importantes. O que falaram. Os sorrisos. Os toques.

E isso frustra. Porque há tanto sentimento acalmado dentro de nós mesmos, que não podemos dar. Tantos sorrisos guardados, beijos trancados apenas á espera do momento certo que parece nunca chegar....
E vai transbordando, de gota em gota, escapando pelos olhos...

E por mais que tentemos essas letras não podem nem de longe explicar tudo isso.

Mil cartas

Tantas portas eu abri Tentando te encontrar E tantas outras bati Para fingir que te esqueci. Tantas orações eu entoei Não ...