segunda-feira, 11 de abril de 2011

E eu quero...


E eu queria poder inventar a nossa história de amor. Ser a desenhista do seu sorriso. Paralizar em eterno e reviver quantas vezes eu quisesse o momento que você me encantou. 
E eu queria poder conhecer seus sentimentos mais secretos, na verdade queria desvendá-los. Queria que você se perdesse só para eu poder ir achá-lo no lugar mais provável.
E eu queria vê-lo partir, só para poder agarrar seus braços, com lágrimas escorrendo, e dizer que até aquele instante eu não sabia que o amava tanto.
E eu queria poder conhecer seus piores medos para poder protegê-lo. E os seus maiores defeitos para me apaixonar por todos eles.
E eu queria poder fazer você me odiar por instantes, só para poder fazê-lo se apaixonar por mim novamente.
E eu queria poder colocar uma trilha sonora em nossos momentos. Esquecer o roteiro e pular a parte das lágrimas.

domingo, 10 de abril de 2011

Lembranças de Dezembro.


Enquanto o semáforo não abre seu sorriso ecoou em minhas bochechas, tão docemente que me fez suspirar. O ar de repente ganhou uma leveza do seu perfume. 
Lembranças de Dezembro.
Eu era a chata e você o idiota.
Você se lembra como ficávamos felizes? Como as palavras não significavam tanto? Como nossos timbres eram mais brandos?
Me diga que você também sente saudades e quer voltar. Para aquele banco de praça em que passámos horas com nossas besteiras. E eu te contei meus segredos. Você escutou cada um deles com toda o respeito e depois esboçou aquele seu sorriso , me olhou bem no fundo dos olhos e por fim me abraçou.
Será que ainda sente falta de tocar em minha face e arrumar meus fios de cabelo por causa do vento?
Eu sinto.
E lá estavamos nós, eu com minha bicicleta vermelha e a sua preta. Fazendo o que mais gostávamos, com quem mais amávamos.

-Por favor não desliga, eu sei que é você.
-(respiração). 

Ele desliga.

# OUVINDO: Taylor Swift - Back to December.
 

Mil cartas

Tantas portas eu abri Tentando te encontrar E tantas outras bati Para fingir que te esqueci. Tantas orações eu entoei Não ...